“As pessoas hoje não se olham, não se escutam e não falam, apenas gritam” E não se alimentam.

“As pessoas hoje não se olham, não se escutam e não falam,
apenas gritam.” Glorinha Beuttenmüller

Por Priscila Spiandorello

E não se alimentam. Depois que li esta reportagem não pude deixar de pensar nas
atitudes de todos nós.  Hoje as pessoas
comem com pressa, como se o mundo fosse acabar em segundos, comem aquele pão de
queijo como se não mais pudesse ser saboreado. Como se determinado doce nunca
mais fosse existir.  É preciso comer,
comer, comer… E o prazer? Onde fica?

Neste mundo em que vivemos repletos de barulhos, gritos,
acenos, ofensas,… Onde ninguém mais se enxerga _ também estamos fazendo o
mesmo com nosso corpo, não sabemos e já não mais ouvimos o que ele tem a nos
dizer, não respeitamos as estações do ano, não respeitamos a nossa capacidade
gástrica, não respeitamos o nosso próprio limite, não respeitamos o nosso
paladar que está adormecido. A regra é comer pelo simples fato de comer.

Onde está o prazer? Onde estão os infinitos sabores e aromas
que nos remetem a sensações incríveis, onde está o colorido? Onde estão as
diferenças na textura dos diversos alimentos?

O prazer de cozinhar? O prazer de deliciar-se? O prazer de
comer com calma? Respeitando meu corpo, seus próprios limites? É preciso
repensar e agir.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: