Nossa casa nosso lar!

Lendo uma entrevista da escritora Nélida Pinõn para a Revista Lola n.8 deste mês, gostaria de compartilhar alguns trechos interessantes:

… “todo mundo com medo, fingindo que é euforia. Todos consumindo desbragadamente, como se comprar perpetuasse a juventude. … A sociedade inteira precisa que você envelheça. Afinal, o que fazer com milhões de pessoas que estão vindo? Temos um problema grave, ninguém morre mais. Velhos e jovens vão se digladiar…”

” O tempo que o homem tem para investir no futuro, a mulher tem para investir no filho, é o futuro dela. O problema que na nossa sociedade, filho não é futuro da mãe…”

“Para nós mulheres já não basta o papel de mãe? Pergunta Lola ” Lógico, são seres pensantes, têm uma alta sensibilidade que não deságua só na maternidade, deságua no mundo.” Amei, me indentifiquei muito.

“Quanto mais você se coloca no lugar do outro, mais você se humaniza e humaniza seu texto”

“Minha casa é fundamental na minha vida, sou apaixonada pela vida doméstica. Adoro os objetos, fazer jantares, receber amigos. Tenho meus livros de culinária… Sinto prazer em fazer compras… nesse sentido é privilégio ser mulher. Convoco os homens a descobrir esta casa, porque é o paraíso da liberdade. Ali, você é rei e rainha. Ninguém manda em você, só se estiver malcasada ou maluca.”  Gente , eu amo essa vida, mexer no jardim, brincar com as crianças, cozinhar por prazer, comprar um objeto novo, reinventar, mudar de lugar. Nossa casa nosso lar!! Quando retorno das viagens de trabalho, é aconchegante encontrar o meu canto, a  minha família, o meu lugar.

Foto do meu jardim, uma orquídea  que recebi há um tempo atrás de uma querida amiga quando veio me visitar pela primeira vez, delicadezas que muitas vezes são esquecidas. Obrigada Cris, lembrei de você quando ela floreceu novamente. bjs

23/05/2011

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: